Informações sobre o sono e descanso

Ler antes de dormir, uma opção saudável

Vai acelerado durante o dia todo e não encontra o momento adequado para ser capaz de sentar-se e ler tranquilamente? Então siga os conselhos que hoje lhe damos desde Maxcolchon e poderá criar uma rotina saudável e agradável para o corpo e a mente.

Os benefícios da leitura são variados. Se você é amante de um bom livro mas dispõe de pouco tempo e o trabalho e stress diário não te deixam ler tanto quanto você gostaría, aconselhamos-lhe seguir um padrão muito simples: substituir o computador ou a televisão por um livro. Isto não quer dizer que você não irá poder ver o programa que mais gosta ou não poderá atualizar seu status nas redes sociais, mas principalmente à noite, depois da ceia, aconselhamos abandonar estes outros hábitos e se concentrar em uma boa leitura, enriquecedora e agradável. Está provado que uma das melhores maneiras de desligar da rotina e das preocupações diarias é adentrar-se em uma boa leitura antes de dormir. Não só nos ajudará a relaxar, também írá nos ajudar a conciliar o sono.
Gostaria de saber quais beneficios mais pode trazer-nos introduzir este padrão em nossa vida diaria? A continuação os detalhamos abaixo:

  • Ler melhora a memória e aumenta a concentração.
    A rotina que é adquirida a cada dia com a leitura, irá ajudar a que nosso cérebro esteja pronto e focado para o resto do dia, portanto, não é só entretenimento, mas é benéfico para o nosso cérebro.
  • Ler diminui o risco de doenças mentais como o Alzheimer.
    Quando lemos ativamos nossa imaginação fazendo trabalhar o nosso cérebro. Esta atividade reduz os efeitos que deixa o passar dos anos na memória, sendo o principal benefício impedir esses tipos de doenças, porque mantemos uma atividade cérebral continuada.
  • Ler permite “treinar” e entreter ao cérebro.
    Não só será uma atividade prazerosa, senão que quando for para a cama e não leia, irá notar que está a faltar alguma coisa para terminar o dia. Seu cérebro irá exigir uma dose diária de sabedoria e de entretenimento.
  • Ler aumenta seu vocabulário e melhora sua gramática.
    Com a leitura sempre irá aprender. Mesmo os mais eruditos descobrem ou melhoram qualquer uma de suas qualidades culturais graças à leitura. Com este hábito, conhecerá e reconhecerá novas palavras, expressões de outros lugares ou tempos e melhorará sua maneira de expressar-se por via oral e escrita, reduzindo assim seu erros ortografícos e gramaticais.
  • Quando você lê cria padrões de sono saudáveis.
    Irá associar a hora de começar a ler com uma agradável sensação de relaxamento. Seu cérebro irá associar ambos os conceitos em um curto período de tempo, criando um padrão de sono diário.
  • Ler reduz o stress.
    Quando você evita sua mente, deixando de lado qualquer problema ou dificuldade que você enfrente, conheçe uma história onde os personagens têm mil e uma aventuras (qualquer gênero que seja), afasta preocupações, o estresse do dia, e assim consegue dormir melhor e mais relaxado. Está provado que começará o dia seguinte com mais energia e humor.
  • Ler ajuda a melhorar o seu desenvolvimento emocional.
    Ao nos imergir na trama de um livro, podemos simpatizar com seus personagens, sentir raiva, medo, amor, humor, etc. de uma maneira especial. Esta empatia irá fazer que nosso desenvolvimento emocional aumente.

Lembre-se que também é importante adoptar uma boa postura durante a leitura para evitar futuras dores musculares. Dê uma olhada à nossa almofada de leitura, é perfeita para ler na cama de uma forma confortável e manter seu corpo em uma posição adequada.

Pode ver que todo são benefícios!! Desde Maxcolchon encorajamos você a descartar a famosa frase “Não tenho tempo para ler” e definir orientações para leitura saudáveis antes de dormir. Seu corpo e especialmente sua mente, irão agradecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

A falta de sono e Alzheimer

Um recente estudo demonstrou que a falta de sono está conectada com maiores níveis de uma proteína chamada beta-amiloide, conhecida pela sua relação com Alzheimer.

Para realizar o estudo, reuniram-se 20 participantes para que dormissem uma noite no Instituto Nacional de Saúde de Maryland (E.E.U.U.). Depois de uma noite de sono, foram submetidos a um scanner com o qual monitorizaram os níveis de proteínas no cérebro. Aproximadamente duas semanas depois, cada um dos participantes voltou a passar outra noite no centro. No entanto, desta vez foram despertados a cada hora, não sendo permitidos dormir profundamente. Depois de mais de 30 horas onde foram obrigados a manter-se acordados voltou-se a repetir o mesmo scanner cerebral.

Os resultados foram evidentes. Dezanove dos vinte participantes, com idades variantes desde os 22 aos 72 anos, mostraram níveis de beta-amiloides muito superiores depois de uma noite de não poder dormir corretamente. Ainda que estes níveis não eram preocupantes para o surgimento do Alzheimer, o estudo sugere uma conexão provável entre os hábitos de sono e o surgimento posterior desta doença.

Em parte, o Alzheimer diagnostica-se detetando grandes placas de beta-amiloide realizando estes mesmos scanner. Não obstante, ainda não se pode esclarecer qual é o motivo que cria o surgimento desta proteína.

Todas as pessoas produzem pequenas quantidades de beta-amiloide nos cérebros como parte do processo de generação de outras proteínas. No entanto, o próprio cérebro acaba por limpar esta proteína. Os investigadores não puderam detetar ainda se os maiores níveis de beta-amiloide se devem a que a falta de sono detém ou afeta o processo de limpeza do cérebro ou se esta se produz em quantidades maiores ao estar tantas horas acordado.

O que este estudo, igual a muitos outros, sim sugere é que a falta do descanso devido afeta o funcionamento correto do nosso cérebro.

Imagine voar na comodidade de uma cama

O fabricante europeu de aviões Airbus anunciou que estuda criar zonas de descanso com camas no andar inferior dos seus novos modelos.

Airbus trabalha com o fabricante de assentos Zodiac Aerospace no design de camas para serem instaladas nos porões dos aviões. A ideia é que o novo modelo Airbus A330, cujo lanzamento está previsto para 2020, incorpore camas para que os passageiros possam relaxar e dormir esticados durante os trajetos mais largos.

No momento trata-se unicamente de um projeto. Os fabricantes de aviões estudam constantemente como poder oferecer inovações que os diferenciem da competição. Tetos transparentes, zonas de jogos infantis, ginásio, bares… No entanto, a execução nem sempre é infalível.

Um dos pontos principais é a segurança. Durante certas fases dos voos, como levantar voo, aterragens ou momentos de turbulências os passageiros devem estar sentados com o assento reto, pelo que com o uso da cama se vê complicado. De igual forma, a zona dos assentos são sempre superiores no avião, pelo que a localização das camas no porão também levanta dúvidas sobre a segurança em relação à capacidade para evacuar os passageiros ante uma emergência.

As aerolínhas incorporaram alternativas multiplas para que esteja entretido durante os voos transoceanicos. Música, jogos, filmes… Não obstante, não há melhor maneira de estar oito horas num avião que passando pelas brasas.