Informações sobre o sono e descanso

Mitos sobre o descanso – Parte 1/2

Todos conhecemos essas crenças populares ou fábulas que passam de geração em geração sobre o descanso: as horas de sono, as posições… Seguro que você já ouviu alguma vez, ou talvez muitas, mas o que está claro é que se nós as interpretamos de forma erronea ou ao pé da letra, podemos até danificar nossa saúde física ou emocional.

Em Maxcolchon ajudamos para que você dê a importância justa e saiba a verdade que está por trás de cada um desses mitos do descanso. Então agora que já sabe, se você ouvir alguém falando sobre alguns desses mitos, não terá desculpa para não refutá-lo com seus argumentos mais que demostrados e não cair no erro comum!

Gostaria de saber quais são alguns desses mitos? Pois esta semanairemos lhe revelar os mais interessantes ou populares, começando com os primeiros 7. Não os perca!

Max-Mito nº1: Se descansa melhor quando não sonhamos

Totalmente falso, lhe explicamos porquê.

Todo mundo sonha todas as noites, de fato mais de uma vez. Cada noite a mente “desliga” várias horas, mas enquanto dormimos, o cérebro continua a trabalhar activamente. Pode ser que quando você acorde não se lembre de ter sonhado nada, mas o que aconteceu na realidade é que você despertou em uma fase do sono que o cérebro tem dificuldade em lembrar o sonho.

Todas as pessoas sonham todas as noites. O descanso não está ligado aos sonhos que temos.

Max-Mito nº2: Dormir pouco engorda

Este mito tem uma parte certa e outra falsa.

O facto de dormir pouco não faz nosso corpo aumentar o peso, mas sim, a falta de sono, entre outros fatores e reações, é um aumento de apetite e dos níveis de glicose no sangue, pelo qual, além de nos provocar uma maior ingestão de alimentos, podem se associar com o aparecimento de diabetes ou, em caso de padecê-la, que esta se agrave.

[Um estudo entre 70.000 enfermeiras, realizado pelo “Instituto Nacional de saúde dos Estados Unidos” mostrou que uma de cada duas enfermeiras que dormiam menos de cinco horas, terminavam por padecer diabetes].

Max-Mito nº3: Sobre um colchão rígido se dorme melhor

Falso.

E este é um tema, que a dia de hoje, segue sendo uma das questões mais consultadas a nossos especialistas do descanso.

Este mito é dado porque anteriormente eram usados colchões de lã. Estes colchões se afundavam um pouco mais cedo e os doutores recomendavam colocar uma placa entre o colchão e a base para manter a firmeza, mas neste momento não é um fator a considerar. É, portanto, um mito que sem qualquer base científica e que, longe de nos ajudar a melhorar o descanso, pode multiplicar nossas doenças.

O colchão deve ser acorde a nossa compleição física, gostos e fisionomia. Acima de tudo devemos escolher um colchão que se adapte a nossa forma, tendo sempre em conta os fatores individuais de cada dormente. Nossa coluna e curvas naturais do corpo devem ser acolhidas pelo colchão, então, a elasticidade, adaptabilidade e firmeza serão factores a considerar na hora de escolher o nosso equipe de descanso.

Max-Mito nº4: Na maturidade, os casais dormem melhor separados.

Voltamos a nos encontrar com um mito que esconde uma parte de verdade

É verdade que quando um casal entra na maturidade de sua vida, começam a exigir certos tipos de facilidades no descanso. Um quer ler, outro dormir; um é calorento, o outro prefere dormir coberto; um gosta de firmeza no descanso e o outro gosta de um descanso mais fofo… Também é verdade que os hábitos dos nossos companheiros podem nos influenciar de forma negativa.

mito-dos-camasPara isso, não é necessário que cada um durma em um quarto ou em camas completamente separadas. Há uma abundância de soluções, tais como as camas com colchões gemeos (em que cada um tem um colchão adaptado ao seu gosto, mas a cama se mantem junta) ou uma infinidade de colchões com independência de leitos, para que quando um se mova ou se levante, não incomodeao outro. Se o problema são os movimentos que faz seu companheiro ao dormir, os colchões de molas ensacadas lhe ajudarão a aliviar este pequeno inconveniente.

[Os especialistas afirman que dormir separados pode contribuir para o distanciamento, incentiva a separação e a perda de intimidade e comunicação].

Max-Mito nº5: Precisamos dormir 8 horas para funcionar correctamente

É verdade que os especialistas falam de que a melhor maneira de reparar o cansaço do nosso corpo depois de todo o dia sofrendo desgaste, é dormir de 6 a 8 horas por dia…

Mas cada pessoa tem necessidades diferentes em termos de descanso, o que iria beneficiar a uma pessoa, a outra pode que não tanto assim; pelo que não podemos dar como verdadeiro o mito neste caso.

[De acordo com o especialista e Professor da Universidade da Geórgia, Michael Decker: “A quantidade de sono que cada pessoa precisa é geneticamente pré-determinada em cada indivíduo”.]

Max-Mito nº6: A sesta afeta negativamente a que se possa conciliar bem o sono pela noite

Nesta ocasião, devemos dissipar o mito desde que se refera a sestas curtas. Em adultos é positivamente recomendável uma soneca de não mais de 30 minutos, ja que dormir esta quantidade de tempo depois de comer nos ajudará a ter um melhor desempenho durante o resto do dia.

Se pelo contrario, é mais similar em periodo de tempo à hibernação de urso, então sim, afetaria negativamente… Lembre-se: meia hora de soneca nos ajudará a aliviar as tensões, aumentar a produtividade diária e relaxar nosso corpo e nossa mente.

Max-Mito nº7: O café da tarde não afeta o descanso da noite

Pode que exista um dado sobre o cafe que desconheça, mas desde Maxcolchon queremos lhe fazer conhecedor desta informação necessária para todo consumidor de cafeína.

A cafeína tem um efeito duradouro em longo prazoque a maioria das pessoas que o consomem (muito mais do que metade da população em diferentes produtos) desconhece. É sabido que, mesmo depois de 12 horas desde sua última ingestão de produtos com cafeína, ainda deixa restos em nosso corpo. É por esta razão que é aconselhável tomar só o café da manhã e mesmo se você é uma pessoa que precisa de mais um café a tarde, fazê-lo logo depois de comer, para ter certeza que afete o mínimo possível ao seu corpo, na hora de dormir.

[Mariano de la Figuera, porta-voz científico das CICAS, nos diz que “os efeitos da cafeína começam a perceberse depois dos 10-15 minutos desde sua ingestão, alcançando níveis de pico após 30-45 minutos. Sua durabilidade é entre 3 e 9 horas, mas depende da idade, situação e tipo de metabolismo de cada pessoa. Seria razoável não bebercafé 4 ou 5 horas antes de dormir”.]

Pareceram-lhe interessantes estes mitos?Então em breve, a segunda parte dos mitos mais conhecidos no descanso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Um sonho pode mudar o mundo

Nunca sonhou com algo que abriu a sua mente? Nunca notou como que uma lâmpada acende em sua cabeça? Certamente conhece muitas invenções que mudaram o mundo, mas … sabe que elas nasceram num sonho? Neste post vamos lhe contar como surgiram algumas ideias que mudaram a história do mundo.

Certamente você estudou a tabela periódica, mas não sabe o melhor. O seu criador, Dmitri Mendeleev, foi capaz de terminá-la graças a uma visualização que teve num sonho. Tinha todos os dados necessários e não sabia como representá-los num gráfico. Mas, de repente, ele adormeceu enquanto trabalhava na sua obra “Organic Chemistry“, e teve um sonho onde eles apareceram representados em filas e colunas. Quando ele acordou, colocou todos os elementos como no seu sonho: ele os ordenou por valências e propriedades, deixando lacunas para incorporar novos elementos. E assim a tabela periódica que conhecemos nos nossos dias foi elaborada.

Elias Howe também foi um sonhador que deu origem a uma invenção revolucionária. Levava algum tempo a tentar desenvolver uma máquina para unir tecidos e, através de um sonho, conseguiu defini-la. O seu sonho não deixou ninguém indiferente. Nele, um grupo de índios o atacou com lanças que tinham buracos no final. Nessas lanças, ele teve a ideia de passar o fio pela ponta e não pela base, como o fizeram até então.

O modelo atómico de Niels Bohr é outra grande ideia ao longo da história que nasceu num sonho. Nele, Bohr estava num Sol quente de gás onde os planetas giravam em torno dele por filamentos. Então, o gás solidificou e as plantas e o Sol se contraíram. Do seu sonho, ele interpretou o Sol como o átomo que tinha em torno de elétrons, indicando os seus níveis energéticos. Este modelo atómico continua a ser representado até hoje.

Quem não conhece Albert Einstein? Uma eminência como ele foi inspirada em toda a sua carreira por um sonho que ele teve na sua adolescência. Einstein sonhava em escorregar num trenó uma encosta íngreme. Ao aproximar-se da velocidade da luz, todas as cores foram misturadas para formar uma. Aí ele teve a sua inspiração para descobrir o que acontece na velocidade da luz, a teoria que ele desenvolveria mais tarde.

A estrutura da molécula de benzeno foi descoberta pelo químico alemão Auguste Keluké. Naquela época, sabia-se que o benzeno era formado por seis átomos de carbono e seis átomos de hidrogénio. Então, Kekulé propôs uma estrutura na forma de um anel que foi um avanço para a química, mas como chegou lá? Quando perguntado sobre a sua descoberta, ele respondeu que foi graças a um sonho onde cobras apareceram a morder-se a cauda.

Não só a ciência avançou graças aos sonhos. Frankenstein, a primeira história de ficção científica do mundo, nasceu de um sonho da sua autora, Mary Shelley. Nele, ela viu como um estudante de artes diabólicas se ajoelhava ao lado de um ser que havia criado reunindo partes de outros homens. Apesar disso, a criatura assustadora, como afirmava a autora, voltou à vida. Depois desse sonho, ela decidiu que tinha que escrever sobre o que viu.

Os amantes da música também devem muito aos sonhos. Yesterday, dos Beatles, surgiu graças a um sonho que Paul McCartney teve enquanto dormia com sua namorada Jane Asher. O conteúdo do sonho não foi revelado, mas ele acordou com a melodia na sua cabeça. Também é interessante que a música fosse chamada de Scrambled Eggs porque sabe-se que a sua namorada os cozinhava naquela manhã. Mas no final eles escolheram Yesterday porque era mais fácil fazer rimas com essa palavra.

Sonhar é normal e é um ato rotineiro do nosso dia a dia. E se pararmos por um momento para analisar por que é que os nossos sonhos podem mudar nossas vidas? Talvez não seja nenhuma loucura.

Vantagens de usar uma cabeceira

Uma cabeceira é um produto essencial para ter um bom descanso. Não só eles são um complemento para o equipamento de descanso, mas têm várias funções importantes no quarto. Por que devemos comprar uma cabeceira para nossa cama? Primeiro, é necessário entender as principais vantagens que contribuem para o nosso descanso:

  1. São uma peça decorativa chave. Uma cabeceira veste a parede principal do nosso quarto e nos permite deixar a nossa marca. O quarto é a parte da casa onde costumamos passar mais tempo e onde relaxamos e descansamos. É importante que a sala seja um local onde nos sintamos confortáveis ​​e possamos sentir um relaxamento necessário para descansar.
  2. Refletem a nossa personalidade. O catálogo de cabeceiras da Maxcolchon oferece uma grande variedade de cabeceiras para você escolher. Eles podem ser em pele sintética, chenille, microfibra ou veludo, e em cores diferentes para escolher. Eles dão a opção de escolher a cor, o estofamento e o padrão apropriado de acordo com a decoração que queremos dar ao quarto. Eles são um ótimo produto para selar a nossa personalidade e as nossas preferências decorativas.
  3. Acomodam a nossa cervical. As cabeceiras não só têm um tecido exterior forrado, mas são compostas por um estofamento no interior. Eles proporcionam conforto quando fazemos outras coisas na cama além de dormir, como ler ou assistir televisão.
  4. Protegem para um melhor descanso. O preenchimento interior da cabeceira protege a nossa cabeça contra a parede, suavizando qualquer golpe que possa nos prejudicar. Eles também evitam que o travesseiro se mova enquanto dormimos, o que nos impede de dormir em uma posição desconfortável.
  5. Cumprem uma função higiênica. As cabeceiras são uma barreira que separa a cama da parede. Isso nos impede de perder calor na parede, o que o torna um excelente protetor nas noites mais frias. Além disso, também protege a cama e a cama contra a deterioração prematura. Uma cabeceira ajuda a conservar a vida útil do colchão.

Cabeceiras de cama desempenham um papel importante em todos os aspectos-chave do descanso. Também é importante que o tamanho de cada cabeceira coincida com o da cama, a fim de protegê-lo de forma eficiente. O catálogo Maxcolchon possui uma ampla gama de tecidos, tamanhos e cores para que seja mais fácil encontrar a cabeceira ideal.