Informações sobre o sono e descanso

Mitos sobre o descanso – Parte 1/2

Todos conhecemos essas crenças populares ou fábulas que passam de geração em geração sobre o descanso: as horas de sono, as posições… Seguro que você já ouviu alguma vez, ou talvez muitas, mas o que está claro é que se nós as interpretamos de forma erronea ou ao pé da letra, podemos até danificar nossa saúde física ou emocional.

Em Maxcolchon ajudamos para que você dê a importância justa e saiba a verdade que está por trás de cada um desses mitos do descanso. Então agora que já sabe, se você ouvir alguém falando sobre alguns desses mitos, não terá desculpa para não refutá-lo com seus argumentos mais que demostrados e não cair no erro comum!

Gostaria de saber quais são alguns desses mitos? Pois esta semanairemos lhe revelar os mais interessantes ou populares, começando com os primeiros 7. Não os perca!

Max-Mito nº1: Se descansa melhor quando não sonhamos

Totalmente falso, lhe explicamos porquê.

Todo mundo sonha todas as noites, de fato mais de uma vez. Cada noite a mente “desliga” várias horas, mas enquanto dormimos, o cérebro continua a trabalhar activamente. Pode ser que quando você acorde não se lembre de ter sonhado nada, mas o que aconteceu na realidade é que você despertou em uma fase do sono que o cérebro tem dificuldade em lembrar o sonho.

Todas as pessoas sonham todas as noites. O descanso não está ligado aos sonhos que temos.

Max-Mito nº2: Dormir pouco engorda

Este mito tem uma parte certa e outra falsa.

O facto de dormir pouco não faz nosso corpo aumentar o peso, mas sim, a falta de sono, entre outros fatores e reações, é um aumento de apetite e dos níveis de glicose no sangue, pelo qual, além de nos provocar uma maior ingestão de alimentos, podem se associar com o aparecimento de diabetes ou, em caso de padecê-la, que esta se agrave.

[Um estudo entre 70.000 enfermeiras, realizado pelo “Instituto Nacional de saúde dos Estados Unidos” mostrou que uma de cada duas enfermeiras que dormiam menos de cinco horas, terminavam por padecer diabetes].

Max-Mito nº3: Sobre um colchão rígido se dorme melhor

Falso.

E este é um tema, que a dia de hoje, segue sendo uma das questões mais consultadas a nossos especialistas do descanso.

Este mito é dado porque anteriormente eram usados colchões de lã. Estes colchões se afundavam um pouco mais cedo e os doutores recomendavam colocar uma placa entre o colchão e a base para manter a firmeza, mas neste momento não é um fator a considerar. É, portanto, um mito que sem qualquer base científica e que, longe de nos ajudar a melhorar o descanso, pode multiplicar nossas doenças.

O colchão deve ser acorde a nossa compleição física, gostos e fisionomia. Acima de tudo devemos escolher um colchão que se adapte a nossa forma, tendo sempre em conta os fatores individuais de cada dormente. Nossa coluna e curvas naturais do corpo devem ser acolhidas pelo colchão, então, a elasticidade, adaptabilidade e firmeza serão factores a considerar na hora de escolher o nosso equipe de descanso.

Max-Mito nº4: Na maturidade, os casais dormem melhor separados.

Voltamos a nos encontrar com um mito que esconde uma parte de verdade

É verdade que quando um casal entra na maturidade de sua vida, começam a exigir certos tipos de facilidades no descanso. Um quer ler, outro dormir; um é calorento, o outro prefere dormir coberto; um gosta de firmeza no descanso e o outro gosta de um descanso mais fofo… Também é verdade que os hábitos dos nossos companheiros podem nos influenciar de forma negativa.

mito-dos-camasPara isso, não é necessário que cada um durma em um quarto ou em camas completamente separadas. Há uma abundância de soluções, tais como as camas com colchões gemeos (em que cada um tem um colchão adaptado ao seu gosto, mas a cama se mantem junta) ou uma infinidade de colchões com independência de leitos, para que quando um se mova ou se levante, não incomodeao outro. Se o problema são os movimentos que faz seu companheiro ao dormir, os colchões de molas ensacadas lhe ajudarão a aliviar este pequeno inconveniente.

[Os especialistas afirman que dormir separados pode contribuir para o distanciamento, incentiva a separação e a perda de intimidade e comunicação].

Max-Mito nº5: Precisamos dormir 8 horas para funcionar correctamente

É verdade que os especialistas falam de que a melhor maneira de reparar o cansaço do nosso corpo depois de todo o dia sofrendo desgaste, é dormir de 6 a 8 horas por dia…

Mas cada pessoa tem necessidades diferentes em termos de descanso, o que iria beneficiar a uma pessoa, a outra pode que não tanto assim; pelo que não podemos dar como verdadeiro o mito neste caso.

[De acordo com o especialista e Professor da Universidade da Geórgia, Michael Decker: “A quantidade de sono que cada pessoa precisa é geneticamente pré-determinada em cada indivíduo”.]

Max-Mito nº6: A sesta afeta negativamente a que se possa conciliar bem o sono pela noite

Nesta ocasião, devemos dissipar o mito desde que se refera a sestas curtas. Em adultos é positivamente recomendável uma soneca de não mais de 30 minutos, ja que dormir esta quantidade de tempo depois de comer nos ajudará a ter um melhor desempenho durante o resto do dia.

Se pelo contrario, é mais similar em periodo de tempo à hibernação de urso, então sim, afetaria negativamente… Lembre-se: meia hora de soneca nos ajudará a aliviar as tensões, aumentar a produtividade diária e relaxar nosso corpo e nossa mente.

Max-Mito nº7: O café da tarde não afeta o descanso da noite

Pode que exista um dado sobre o cafe que desconheça, mas desde Maxcolchon queremos lhe fazer conhecedor desta informação necessária para todo consumidor de cafeína.

A cafeína tem um efeito duradouro em longo prazoque a maioria das pessoas que o consomem (muito mais do que metade da população em diferentes produtos) desconhece. É sabido que, mesmo depois de 12 horas desde sua última ingestão de produtos com cafeína, ainda deixa restos em nosso corpo. É por esta razão que é aconselhável tomar só o café da manhã e mesmo se você é uma pessoa que precisa de mais um café a tarde, fazê-lo logo depois de comer, para ter certeza que afete o mínimo possível ao seu corpo, na hora de dormir.

[Mariano de la Figuera, porta-voz científico das CICAS, nos diz que “os efeitos da cafeína começam a perceberse depois dos 10-15 minutos desde sua ingestão, alcançando níveis de pico após 30-45 minutos. Sua durabilidade é entre 3 e 9 horas, mas depende da idade, situação e tipo de metabolismo de cada pessoa. Seria razoável não bebercafé 4 ou 5 horas antes de dormir”.]

Pareceram-lhe interessantes estes mitos?Então em breve, a segunda parte dos mitos mais conhecidos no descanso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Porque é importante um protetor de colchão

Se você já comprou um colchão e não lhe aplicou uma capa protetora, poderá estar a cometer um erro. Uma capa de colchão é um produto muito útil para manter o colchão nas melhores condições possíveis durante a vida útil. O uso deste produto protege a cama do pó, humidade e ácaros, por isso, além de ser bom para o colchão, também é bom para a sua saúde. Descansar com o máximo de higiene possível tem um efeito positivo nos seus produtos de descanso e na sua saúde.

Além de ser clara a importância sobre o uso de uma capa de colchão, você precisa também saber sobre que tipo de protetor é que precisa. É altamente recomendável que use protetores impermeáveis, pois eles protegem a cama de qualquer líquido derramado. Este tipo de cobertura de colchão é ainda mais importante em pessoas mais velhas e crianças, embora seja apropriado para qualquer tipo de cama. Neste caso, a Cobertura Transpirável Tencel é a mais recomendada, pois transpira o calor, disispando-o e é impermeável, tornando-a perfeita para a higiene dos colchões. É importante destacar a importância de que o cubre-colchão seja respirável e permitir uma ventilação adequada. Para isso, é importante certificar-se de que o material de proteção é de poro aberto ou seguir as instruções do fabricante.

Também é importante saber quando renovar cada capa de colchão. Os protetores de colchão não têm uma durabilidade média, mas são renovados de acordo com sua condição. No entanto, se a capa do colchão estiver danificada ou arranhada, ela deve ser substituída. A durabilidade destes produtos será marcada pelo uso e cuidado com as tampas.

 

Almofadas, também protegidas

Além do colchão, não se esqueçaa de proteger a almofada. Para isso, a capa protetora deve ser respirável, deixar passar ar e dissipar o suor, além de ser resistente a ácaros e antialérgica.

Usando um protetor como a Fronha Tencel, você prolonga a vida útil do produto. Esta fronha destaca-se por ser impermeável e por atuar como barreira contra líquidos que impactam a almofada. Esta fronha também é compatível com todos os tipos de almofadas, sejam elas viscoelásticas, látex ou fibras.

Se você quiser que o seu equipamento de descanso seja mantido nas melhores condições, você deve protegê-lo com produtos preparados para ele.  Assim você poderá prolongar a vida útil e ao mesmo tempo cuidar de sua higiene pessoal.

A importância do descanso para não apanhar uma constipação

Aproxima-se o momento em que qualquer descuido pode acabar num resfrio. O descanso pode ajudar-nos a não apanhar uma constipação? Sim. A qualidade do sono é um dos fatores que afeta as possibilidades de ficar resfriado ou não. Este facto é referido num estudo realizado pela Universidade da Pensilvânia em 2009, onde se afirma que dormir menos de seis horas aumenta o risco de obstipação.

Uma boa noite de sono protege o sistema imunológico, que protege o corpo contra resfriados e gripe. Dormir cerca de oito horas por noite reduz as chances de constipação. Deve-se lembrar que dormir mais de sete horas protege o organismo. Um estudo de pessoas que tinham dormido mais e menos de sete horas descobriu que as pessoas que dormiam menos de sete horas tinham quase três vezes mais probabilidade de adoecer do que aquelas que dormiam mais de sete horas. Como é possível ter uma boa noite de sono?

  1. Siga a sua rotina de descanso. Como você bem sabe, cuidar e controlar dos seus hábitos de sono ajuda a manter o horário de descanso correcto. Modificar a sua rotina o menos possível e fazer todo o possível para mantê-la é um passo fundamental para ter uma boa noite de sono. Um ponto importante para começar a defender-se da constipação, mas há mais.
  2. Aclimatize o seu quarto. Se a temperatura externa é fria, o seu quarto deve ser um lugar que o proteja e lhe permita dormir sem problemas. Lembre-se que a temperatura ambiente apropriada está entre 15ºC e 22ºC, para que você possa manter seu calor corporal próximo a 22ºC.
  3. Não se destape! Junto com a temperatura ambiente, outro aspecto importante da temperatura corporal é o abrigo que você usa. Além de cobrir-se bem durante o dia, é importante ter um bom abrigo durante a noite. Ter um recheio ou edredom nórdico que envolva a sua cama, o seu corpo e que proteja do frio vai evitar que o corpo se enfrie. Se você não se cobriu bem, e o seu corpo enfriar, tem uma constipação a caminho.
  4. Jantar, mais importante do que nunca. Um jantar que lhe permita dormir bem é sempre necessário e no inverno com mais razão. Além de ter um jantar leve, será importante para si comer alimentos que lhe permitam dormir com a temperatura corporal certa. Uma sopa ou um copo de leite quente e mel são duas apostas certas.
  5. Cuide do seu quarto. Uma manutenção higiénica evita o aparecimento de resíduos e bactérias que não só podem induzir a uma constipação, mas que podem infectar uma gripe, uma doença presente que ameaça o seu inverno. Limpar todos os espaços do seu quarto para evitar o aparecimento de bactérias pode reduzir as possibilidades de contágio.