Informações sobre o sono e descanso

Viscoelástica firme ou macia?

Na hora de nos decidir por um colchão de viscoelástica, temos que levar em conta muitos fatores: firmeza, transpirabilidade, adaptabilidade, composição dos materiais, tipo de descanso…
Hoje vamos nos concentrar em como distinguir as diferentes firmezas dos colchões viscoelásticos.

Alguns dias atrás vimos alguns conceitos básicos sobre a viscoelástica para que não soem raros termos como densidade, resiliência, viscoelástica espumada ou viscoelástica injetada.
Hoje vamos nos concentrar em conhecer a firmeza de um colchão viscoelástica.
Dois são os principais fatores que irão variar a resistência do material viscoelástico: a densidade e espessura.

Densidade da viscoelástica

Quanto maior a densidade da viscoelástica, mais firme será o descanso.
Uma maior densidade indica que há maior número de material viscoelástico por m3. É lógico pensar que se encontramos uma maior quantidade de produto por m3, esta será mais compacta e, portanto, a sensação de firmeza será maior. Assim, uma viscoelástica de 50 Kgs de densidade é muito mais suave que outra de 90 Kgs de densidade.
O que é melhor? Normalmente, os fabricantes tendem a aconselhar altas densidades, porque o corpo não “cairá imediatamente” ao deitar-se, mas que a viscoelástica ira se moldando ao nosso corpo de uma forma mais gradual e lenta, o que irá melhorar nossa circulação sanguínea e lhe ajudara a decontraturar e relaxar os nossos músculos melhor durante o descanso.

Espessura da viscoelástica

A menor espessura da viscoelástica, mais firme será o descanso.
Assim, se temos um colchão de viscoelástica de 8-10 cm, temos muito material onde nos adaptar, portanto vamos notar que o nosso corpo se “afunda” bastante dentro do colchão e, portanto, vamos ter um descanso mais suave. Pelo contrário, se gosta de um descanso mais firme e não gosta da sensação de afundar no colchão, teremos que procurar um colchão com 2 ou 4 cm de viscoelástica como muito.
Finalmente, se estamos olhando por algo intermédio, nem firme nem macio, então, poderemos optar por um colchão com 6 cm de viscoelástica, de firmeza intermédia.

Outros fatores a ter em conta

Outros fatores que também afetam como se comporta a viscoelástica são o peso e a temperatura.
A maior peso do dormente, mais macio sera o descanso, ja que a viscoelástica “vai cair” mais porque tem maior peso acima. Se é uma pessoa de constituição grande, procure por colchões firmes com pouca viscoelástica, para garantir que eles lhe forneça o sustento do peso adequado.

Por outro lado, a viscoelástica também muda dependendo da temperatura a que é submetida. Portanto, em áreas frias permanecerá mais dura e firme, por outro lado enquanto ela entra em contato com o calor, torna-se mais macia e maleável. Tudo isso é importante terlo em mente pensando na temperatura que esta geralmente o seu quarto, porque influenciará em como se comporta o seu colchão viscoelástico.

É muito importante ter todos esses fatores em conta, se está interessado em comprar um colchão viscoelástico, ja que si damos com o tipo de firmeza que nos vai melhor, teremos mais de metade do caminho percorrido para conseguir o melhor descanso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O que é uma almofada cervical?

Uma almofada é um produto necessário e essencial em cada descanso. A sua utilidade é oferecer um apoio ideal da cabeça e ajudar a manter uma postura correta durante o descanso. A sua recepção provoca um relaxamento do colo do útero, o que favorece um sono noturno de qualidade e a reparação. De acordo com o seu design e componentes, o catálogo de almofadas Maxcolchon tem diferentes tipos. Para o material, há almofadas disponíveis de viscoelástica, látex, fibra ou caneta de toque. Quanto ao seu design, eles podem ser padrão ou ter variações, como perfurações, recessos ou recessos cervicais.

A almofada cervical é um produto a ser considerado para qualquer tipo de dorminhoco. A peculiaridade deste tipo de almofada reside no seu design, diferente do resto dos artigos. A almofada cervical tem uma curvatura na parte central, uma diferença aproximada de 2,5 cm entre a parte superior e inferior. Seu design, além de exclusivo, é característico deste tipo de produtos.

Quais são as vantagens de uma almofada cervical? Além de seu design, outro ponto importante é sua composição. O viscoelástico, macio e moldado, adapta-se às pressões e garante que os cervicais tenham descanso adequado e evitem lesões. Uma almofada cervical se destaca pela sua ergonomia, o que o torna um suporte adequado para o pescoço, bem como prevenir desconforto. Além disso, evita posturas forçadas e permite repouso adequado aos cervicais.

A almofada cervical Maxcolchon é fabricada com um viscoelástico moldado que segura o pescoço com precisão. Isso permite que uma capacidade de prevenção de problemas cervicais seja ideal. Uma almofada cervical protege o dormente de posturas cervicais más causadas durante o sono da noite, o que evita problemas maiores. Além de sua capacidade de prevenir a dor, os especialistas geralmente recomendam uma almofadacervical para pessoas com doenças na área.

Além de suas funções na liberação de pressão e no cuidado da região cervical, a almofada cervical garante um descanso confortável. Um produto que garante uma adaptabilidade máxima ao colo do útero e que cuida da saúde de cada dorminhoco. Um aliado fantástico na prevenção de problemas cervicais e na correção de más posturas. Quando o descanso e a saúde andam de mãos dadas.

Conselhos para que a mudança de hora não afecte

Desde que as intenções de Bruxelas foram anunciadas sobre a mudança de tempo, que se criou um tema de debate que anda na boca de todos. Lembre-se que durante as primeiras horas do sábado, 20 de outubro a domingo 21, os relógios serão atrasados uma hora. Quer dizer, que às 3 horas da manhã eles serão 2 horas, como de costume todos os anos nessas datas.

A principal novidade do horário de inverno é a redução das horas de sol durante o dia. Por esta razão, o corpo deve-se adaptar para viver mais à noite e ter menos luz solar. Isto é, que o organismo de cada um deve habituar-se a viver à noite. Essa mudança altera o nosso dia a dia e gera um processo de adaptação necessário. Além disso, essa mudança no ritmo biológico tem perjúgios para o corpo. Aumenta os distúrbios do sono, fadiga e falta de concentração.

Para evitar que esse pequeno jet lag afete o corpo mais do que o necessário, é aconselhável cuidar de certas rotinas mais do que nunca.

  1. Controle os seus horários de sono. Você deve marcar as suas horas de descanso noturno. Embora não seja fácil “forçar-se” a dormir, é necessário ter um controle que garanta um sono de qualidade. Definir um horário fixo para ir dormir e tentar cumpri-lo é um bom passo para se adaptar.
  2. Cuide da sua dieta Ter uma dieta balanceada é necessário para um bom descanso. Se falamos sobre a noite de sono, o jantar é uma refeição ainda mais importante. É aconselhável jantar pelo menos duas horas antes de ir dormir. Além disso, o jantar deve ser leve e fornecer bons nutrientes para o corpo.
  3. Mantenha afastado qualquer bebida estimulante. Café, chá ou qualquer bebida energética lhe dá uma energia muitas vezes desnecessária e subtrai as horas necessárias de sono. Estas bebidas alteram o seu relógio do sono. Evite esses tipos de bebidas, especialmente na segunda metade do dia. Você também não deve tomar medicamentos relaxantes ou para dormir.
  4. Exercício, importante sempre. É mais aconselhável fazer atividade física durante as manhãs e evitar fazê-lo no último minuto. Isso coloca a pessoa em forma, relaxa e alivia as tensões. Uma atividade onde ganha observando onde você está.
  5. Mantenha os dispositivos eletrónicos longe de si. Evite qualquer distração que possa criar o seu computador, tablet, celular ou televisão. Isole-se de objetos e atividades que possam desestabilizá-lo do adormecimento. É sempre aconselhável preparar o seu quarto para que a sua única preocupação seja dormir.