Informações sobre o sono e descanso

Os riscos de ficar mais tempo na cama

A cama é um lugar na casa que nos atrai, não nos enganemos. Tem um irresistível poder de sedução à noite e difícil de esquivar pelas manhãs. Este último é extremamente complicado nos dias em que a obrigação não nos aperta. Dormir mais algumas horas, consultar as coisas com a almofada, colocar uma série ou um filme … Há muitas atividades que podem nos fazer passar mais tempo que o normal na cama. Como uma experiência pontual pode ser bom, mas se nos acostumarmos a isso, o nosso corpo começará a perceber isso. Que desvantagens nos traz?

Estar trancado no quarto priva-nos do contato com a luz do sol, com os diferentes danos à saúde:

1.       Impede a absorção de vitamina D. Este componente é ideal para regular o sistema imunológico e reduzir a inflamação corporal, de acordo com Rochini Rajapaksa, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Nova York.

2.       A luz do sol calibra o relógio interno de cada um. Regula o apetite, sono, energia e humor, conclui Kenneth Wright, diretor do Laboratório de Sono e Cronobiologia da Universidade do Colorado.

3.       Ficar na cama priva-nos dos benefícios da natureza. O oxigénio e as árvores aliviam os sintomas da depressão e aumentam os níveis de energia em até 40%. Além disso, um estudo da Universidade de Glasgow concluiu que o exercício próximo à natureza é mais benéfico do que fazê-lo num espaço fechado.

4.       Fecha a nossa mente. De acordo com Richard Ryan, professor de psicologia e principal autor do estudo da Universidade de Rochester, ele defende os benefícios na mente de sair de casa. “Entrar na natureza relaxa e aumenta a nossa capacidade de concentração, enquanto aloiviamos a nossa mente do trabalho“, conclui. Ryan recomenda escapar cerca de 20 minutos por dia para melhorar a vitalidade e a qualidade de vida após um longo dia.

A cama é atraente, faz-nos felizes e é vital para ter um dia melhor. No entanto, é essencial fazer uso responsável dela. Também deve ser adicionado um estudo da Universidade de Keele, que afirma que dormir mais de oito horas por dia é prejudicial à saúde. Em conclusão, um bom conjunto de descanso é essencial para o dia a dia, mas não se deixe enganar: um uso excessivo pode piorar a nossa saúde. Dormir e descansar é necessário, mas tudo deve ter uma medida justa para que não se volte contra nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O descanso, a chave do êxito de um desportista

Quantos fatores intervêm no sucesso de um atleta? A resposta seria infinita e sujeita a muitas experiências e estudos que responderiam a coisas diferentes. A preparação, a sorte, o estado físico, a competição … e o descanso. Ter um bom descanso permite que o atleta esteja mais fresco antes do treino ou da competição. Esse frescor de mais em muitos dias é o que marca as diferenças que podem ser definitivas no momento da competição. Para ganhar essa diferença, a rotina seguida no sonho noturno desempenha um papel muito importante.

Primeiro, é importante marcar as horas de sono do atleta. Não só pelo descanso, mas pelo que gera. Durante o período de sono noturno, o corpo recupera sua energia, além de ser um período chave para a recuperação de músculos e articulações. Deve-se acrescentar que uma quebra má pode causar lesões, contraturas ou problemas sérios que podem prejudicar a saúde do atleta. A importância de um bom descanso vai além do desempenho atlético.

Quanto às horas de sono, recomenda-se que um atleta adulto durma cerca de oito horas por dia. Também é importante economizar tempo para uma soneca de cerca de uma hora. Isso é especialmente importante em atletas profissionais, que usam o cochilo como intervalo entre as sessões de atividade física. Entre um sonho e outro, é aconselhável ter dormido mais de nove horas ao longo do dia. Desta forma, é possível recuperar energia e ter uma forma física que otimiza o desempenho.

O outro ponto vital do descanso do atleta é o colchão. Para um atleta não vale a pena com qualquer colchão, você precisa de um que lhe dê uma pausa descansadapausa do seu estilo de vida ativo. As suas necessidades são claras: recuperar a energia do dia e aliviar dores musculares e possíveis cargas.

Colchões para atletas devem ter a composição ideal para cumprir sua missão. O material perfeito de um colchão para atletas é o viscoelástico, embora não seja válido com ninguém. O viscoelástico de um colchão esportivo deve ser de alta densidade, o que garante máxima adaptabilidade que descontrata e alivia as cargas musculares. O colchão de um atleta deve ser adaptável às suas necessidades, para que o atleta possa se recuperar durante o descanso. Em resumo, o colchão ideal de um atleta deve recuperar seu físico, ao mesmo tempo em que o atleta se recupera mentalmente de um dia difícil. Desta forma, é possível manter o físico nas melhores condições possíveis, a fim de dar o melhor desempenho a cada dia.

Porquê combinar um colchão com um sommier?

Todo os colchões precisam de um suporte. Quando se trata de o escolher, há muitos fatores que contam. A composição, a resistência ou seu preço são alguns dos mais comuns, mas não os únicos. Cada suporte tem vantagens e desvantagens, mas em termos gerais, se a qualidade é procurada em todos os aspectos, a escolha é clara: o sommier. Por que é ideal combinar um colchão e um sommier? O sommier é um suporte que permite ao colchão mostrar todas as suas virtudes. Em primeiro lugar, qualquer sommier, seja estofado ou de madeira, é compatível com qualquer tipo de colchão. Isto é devido à cobertura do tampo, com forma de painel de abelha, que pode ser combinado com látex, molas, visco e espuma.

Sabendo que colchões e sommiers são compatíveis, independentemente da composição destes, o que mais há para combiná-los? Primeiro, porque permite que você ganhe espaço e dê outra cara ao quarto. Os sommiers garantem um espaço de armazenamento ideal, devido à gaveta (também lhe chamam baú) que incorporam. Isso torna-os recomendáveis ​​em todos os tipos de quartos, mas especialmente naqueles que estão justos de espaço. Entretanto, ter um sommier é ter mais um ponto de armazenamento de objetos, o que melhor distribui qualquer ambiente.

Além de melhorar a distribuição do quarto, outro motivo para equipá-lo com um colchão e um sommier é o design. Os sommiers rebatíveis, sejam de madeira ou forrados, têm uma grande variedade de designs. O catálogo de sommiers da Maxcolchon tem tecidos de pele sintética, chenille e veludo, com uma ampla gama de cores. Escolher um sommier significa escolher que identidade dar ao quarto. Eles não só dão elegância, mas também garantem uma grande liberdade para escolher a cor e que qualidade de sono dá a quem dorme. O sommier combinado com o colchão, não só melhoram o descanso mas também fornecem identidade.

Finalmente, outra das grandes vantagens de unir sommier e colchão no descanso é a firmeza do suporte. Um sommier é uma base ideal para quem busca firmeza e acolhimento homogéneo. A estrutura interna destes, composta de tubos de aço e uma base forrada, garante uma ótima recepção. Além disso, esta boa recepção é garantida com qualquer que seja o colchão. Se procura um quarto onde não falte nada, não duvide: juntar um sommier e um colchão é a melhor opção.