Nunca consigo dormir 8 horas

Nov 8, 2020 | INFORMAMOS-TE |

De alguma forma, houve um debate entre duas correntes. A primeira e tradicional é a que provavelmente conhece: tem que dormir 8 horas por dia. A outra, indica que não é aconselhável fazê-lo mais do que as oito horas recomendadas. Os motivos? De acordo com alguns institutos do sono, como o de Chile, indicam que a hipersonia pode alterar o nosso humor e levar à depressão, aumentar o risco de desenvolver diabetes ou doenças cardiovasculares, e também causa distúrbios metabólicos.

Mas fora desta nova corrente e mesmo fora das 8 horas de sono recomendadas por especialistas para os adultos, existe um grupo de pessoas que concordam com uma perturbação do sono ainda pior. Estamos a falar daquelas pessoas que nunca chegam às horas estipuladas.

Porque é que não consigo dormir 8 horas seguidas? Estas são as causas

De certeza que ainda se lembra. Quando chegou à adolescência, para além das mudanças já conhecidas, o seu relógio biológico alterou-se e teve a capacidade de dormir infinitamente. Mesmo que o seu sono chegasse depois da meia-noite, logo precisava de ficar na cama mais tempo do que o habitual quando era de madrugada. Posteriormente, estes hábitos desmoronaram-se com a idade adulta ao ponto de contar com os dedos de uma mão o número de noites em que conseguiu descansar as oito horas seguidas.

As causas mais comuns deste tipo de problema C são motivadas, em parte, pelo ritmo atual da vida. Mas enquanto os elementos artificiais e externos à nossa volta vão mais rápido e são consumidos antes (trabalho, lazer, reconciliação familiar, debates nas redes sociais, feriados, sucessos, tristezas…), o nosso corpo permanece inalterado no seu ritmo. Uma dessincronização de impacto que acaba por alterar a nossa higiene do sono:

O stress e ansiedade

Como já referimos, o ritmo de vida traz consigo um aumento das preocupações relacionadas com o trabalho, a família, as finanças, as questões sociais e até a saúde. Traumas, discussões e alterações do sistema nervoso que acabam por causar insónias ou irregularidades na nossa higiene do sono.

Uma má alimentação

Especialmente à noite, tendemos a ter jantares abundantes que podemos chegar a acompanhar com o consumo de álcool (e até mesmo um café depois do jantar). Todas estas substâncias, incluindo a cafeína, só causam uma digestão mais pesada, azia ou fluxo gástrico, que perturbam o seu sono.

Hábitos negativos antes de irmos para a cama

Irregularidade nos nossos horários (tanto ao deitar-se quanto ao levantar-se), sestas que se descontrolam, atividades físicas algumas horas antes de dormir, consumo de álcool ou cafeína, muito uso de dispositivos eletrónicos, mau equipamento de descanso, colchão inadequado que não se adapta às suas necessidades, ruídos, poluição luminosa à noite… Todos estes elementos acabam por alterar o seu relógio biológico e, portanto, a qualidade do seu descanso.

Os horários laborais

Trabalhar em turnos diferentes ou fazer muitas viagens por razões de trabalho pode levar a alterações nos ritmos circadianos e no seu relógio biológico.

 Conheça estes hábitos para uma melhor higiene do sono

Com exceções, é normal que com constância e um pouco de força de vontade possamos modificar a má conduta. Conseguir uma higiene adequada do sono está nas nossas mãos e não existe um único hábito que o faça causar verdadeiras dores de cabeça. Desde obter um equipamento de descanso que se adapte às suas necessidades físicas, à mudança da sua dieta, as seguintes dicas vão ajudar-lhe a dormir melhor todas as noites.

– Conheça o seu corpo melhor do que ninguém. Compreenda a firmeza e a transpiração que precisa para dormir. Obtenha um colchão adequado para as suas necessidades e acompanhe-o com o equipamento de descanso: almofada, canapé, sommier…

Regule os seus horários e mantenha-os constantes: deite-se e levante-se todos os dias à  mesma hora.

Pratique desporto e exercício regularmente, mas não abuse das últimas horas do dia ou ativará o metabolismo mais do que o sono exige.

– Não consuma tabaco ou álcool (especialmente à noite).

– Não abuse de jantares abundantes e geralmente mantenha uma dieta saudável, equilibrada e rica em Triptofano.

– Não force a sesta e não faça as mesmas depois das 15:00 ou 16:00. E lembre-se, nunca durma mais de 30 minutos.

– Crie uma boa atmosfera no seu quarto: temperatura à volta de 22 graus, sem ruído, poluição luminosa, uso de dispositivos eletrónicos e, acima de tudo, não utilize a cama como escritório de trabalho. O colchão é só para dormir!