Porque é mau usar o telemóvel antes de dormir?

09 de novembro de 2018

Quem ainda não ouviu "deixa o telemóvel e dorme", quando lhe viram com o telemóvel na cama quando deveria estar a dormir? Ir dormir sem se separar do telemóvel prejudica o nosso descanso. A explicação é proporcionada por um estudo da Proceedings of National Academy of Sciences (PNAS), que declara o ecrã dos dispositivos eletrónicos como culpados. A luz emitida desses aparelhos reduz a melatonina – a hormona que regula o nosso sono - embora essa não seja a única causa.

Além de reduzir a nossa melatonina, a atividade que fazemos quando olhamos para um ecrã adia o tempo de sono, pois mantém-nos distraídos. A atividade do ecrã também atrasa a fase do sono REM, além de aumentar o estado de alerta durante a noite. Tudo isso interrompe e altera os ritmos circadianos do organismo. Embora não usemos o nosso dispositivo como norma antes de dormir, ele altera nosso descanso.

O utilizar o telemóvel, e do conteúdo exibido antes de ir dormir, hiperexcita o nosso cérebro. Esta hiperexcitação é justamente o oposto que é necessário para adormecer. Para ter um bom descanso, é aconselhável realizar atividades relaxantes que diminuam a atividade cerebral, que é o que facilita o estado de relaxamento ideal para um bom descanso.

Como podemos reduzir a radiação do ecrã dos dispositivos para adormecer mais facilmente? A alternativa mais frequente é ativar o modo noturno do ecrã, o que reduz a sua luminosidade e a sua radiação. Outra ação recomendável é separar o ecrã o máximo possível do rosto. No entanto, o mais aconselhável é tentar evitar, tanto quanto possível, a interação com dispositivos móveis e eletrónicos.