Porque falo enquanto durmo?

18 de novembro de 2017

A todos, em algum momento, nos comentaram que nos escutaram falar enquanto dormíamos. Pode ser que tenhamos sido nós mesmos a surpreender-nos ao escutar quem dorme ao nosso lado formar frases onde nos faz duvidar se estão acordados ou estão ainda nos seus sonhos. Seguramente não lhe tenha dado muito importância e, realmente, não é algo que deva preocupar. Mas e se nos escapa algo que não queríamos dizer? Contamos-lhe o que se costuma dizer e porquê, enquanto dormimos.

A verdade é que enquanto dormimos não costumam escapar-nos os discursos mais lúcidos. Na maioria das ocasiões tratam-se simplesmente de um par de frases curtas e sem muito sentido. Isto se conhece como soníloquo. Esta parasomnia ou distúrbio do sono, pode ocorrer tanto na fase REM como fora. Se é produzida na fase ReM, durante a qual sonhamos, a razão é muito simples. Durante o sono, poderiam acionar-se certas partes da nossa boca e cordas vocais que pelo geral se mantêm inativas enquanto dormimos. Também pode ocorrer fora da fase REM, quando transitamos de um ciclo de sono a outro. Neste momento pode ser que experienciemos uns segundos de certa consciência nos quais podemos balbuciar alguma frase, mas sempre sem muito sentido.

É difícil contabilizar com que frequência fala pela noite, mas sim que se pôde comprovar que é mais comum em crianças e que com o passar dos anos torna-se mais esporádico. Se o seu cônjugue ou amigo dizem que fala enquanto dorme, não se preocupe pelo que tenha dito. Provavelmente não tenha sido possível entender o que disse.