Porque é que rangemos os dentes enquanto dormirmos

19 de novembro de 2017

A maioria das pessoas rangeu os dentes em alguma ocasião enquanto dormem. Fazê-lo de forma esporádica não tem porquê ter alguma consequência negativa na nossa dentadura ou saúde. Não obstante, se acontece com frequência danará os nossos dentes e pode desencadear complicações ou dores, especialmente também na mandíbula. Ainda que ranger os dentes costuma relacionar-se com o stress não está comprovado que seja de todo o motivo principal.

O término para determinar o ranger dos dentes enquanto dormimos é o bruxismo. Tradicionalmente, o bruxismo sempre foi relacionado com a ansiedade e o stress. No entanto, estudos mais recentes provaram que os motivos podem ser vários. Entre os mais comuns encontram-se também um encaixe incorreto das dentaduras, a ausência de algum dente ou presença de algum em mau estado ou irregularidades no sono como a apneia.

Sendo que o bruxismo ocorre enquanto dormimos, é difícil ser consciente que nos passa. Habitualmente se deteta graças ao cônjugue ou pessoa com quem compartilhamos o quarto. No entanto existem indícios que nos podem indicar se rangemos os dentes com assiduidade. Por exemplo, dores de cabeça ou da mandíbula ao acordarmos. As consequências a meio e longo prazo vão desde o desgaste e perdida de dentes até a problemas musculares na mandíbula. Se acredita sofrer de bruxismo, consulte o seu dentista para determiná-lo ao simplesmente examinar os seus dentes.