Quando devo mudar de colchão?

23 de novembro de 2017

O descanso tem um papel fundamental na nossa saúde e bem-estar. Como parte do descanso, o colchão é o exemplo com presença mais transcendental. Além disso, na cama passamos nada menos que um terço da nossa vida, pelo que ter um colchão em bom estado torna-se especialmente importante. O sinal mais claro de que pode ter chegado o momento de mudar de colchão é levantar-se do mesmo com dores sem ter descansado. No entanto, existem muitos outros indícios que podemos perceber. Contamos-lhe quais.

  • O seu colchão tem um poço ou está deformado: deve tê-lo notado ao dormir, mas além disso poderá vê-lo à simples vista. Se o colchão é muito novo, é provável que seja um problema de fabrico. No entanto, se o tem há muito tempo és um sinal claro de que precisa mudá-lo.
  • Tem mais de 10 anos: a vida útil de um colchão estima-se em 10 anos. Se dormiu diariamente no mesmo colchão durante todo esse tempo, é provável que tenha chegado o momento de mudá-lo por um novo.
  • Houve mudanças em si ou na pessoa que dorme sobre o colchão: para descansar adequadamente, é importante dormir sobre um colchão que se adapte ao seu corpo e às suas necessidades. Se tem o mesmo colchão desde a infância, se o seu peso corporal mudou significativamente ou se dorme sobre o anterior colchão de outra pessoa será momento de que planifique procurar um colchão novo que se adapte melhor a si.
  • Levanta-se com dores: é a amostra sem erros de que tem de renovar o seu conjunto de descanso. Um colchão velho ou em más condições não permitirá descansar pela noite e provocará dores musculares. Não duvide mais e invista num novo.