Tipos de protectores de colchão

Entre a roupa de cama, um dos elementos fundamentais que não pode faltar no seu quarto é o protetor de colchão. Este protetor, também denominado cubre colchão, é a pela que se coloca diretamente sobre o colchão para conservá-lo respetivamente ao pó, humidade ou ácaros. É importante ter em conta que o colchão é um produto higiénico sobre o qual passamos um terço do nosso tempo. É necessário mantê-lo em condições ótimas para evitar um desgaste que pudesse ter repercussões negativas sobre a nossa saúde. Além disso, protegendo devidamente o colchão conseguirá alargar a vida útil do mesmo.

O protetor de colchão não deve ser confundido com o lençol da base, sendo que apesar de ter uma aparência similar, tem diferentes funções. O lençol de base, como parte do conjunto de lençóis está pensado para estar em contacto direto com o nosso corpo e deve lavar-se em períodos semanais, aproximadamente. O protetor de colchão deve situar-se diretamente sobre o colchão e debaixo do lençol base. Ao não ter contacto direto com o protetor, não será necessário lavá-lo com tanta frequência.

Se atendemos à forma dos protetores, podemos distinguir principalmente dois tipos diferentes de cubre colchões. Há os que cobrem o colchão por completo, como uma capa e que se fecham com cremalheira. Por outro lado encontramos um segundo tipo que cubre a parte superior e lateral e fixam-se com um elástico, tal como os lençóis base.

Se tem um estrado e considera que a parte inferior pode entrar em contacto com o pó e parecidos, talvez prefira optar por um protetor que feche por completo. Se do contrário, a sua cama é composta de uma base forrada ou sommier, não necessitará cobrir a parte inferior do colchão e um protetor ajustável resultará também mais cómodo.

Quanto às características do cubre colchão, as principais a que devemos prestar uma atenção especial são a transpirabilidade e impermeabilidade. É importante que o protetor seja transpirável para garantir a correta respiração do colchão e evitar a criação de humidades e bactérias. Todos os protetores com os que trabalha Maxcolchon são transpiráveis. Dependendo do material utilizado e a forma como se compõe, uns protetores serão mais transpiráveis que outros, como é o caso da Capa Transpirável 3D, que resulta ser especialmente transpirável e, pelo tanto, recomendável para pessoas calorosas. Outros materiais, também transpiráveis utilizados nos protetores de colchões são o algodão ou fibras sintéticas, como o poliéster.

O segundo fator a ter em conta é a impermeabilidade. Um protetor impermeável consegue proteger completamente o colchão contra qualquer liquido ou fluido que se possa verter sobre a cama. Tradicionalmente, os protetores impermeáveis não eram transpiráveis e pelo tanto eram incómodos e geravam calor ao dormir. Hoje em dia, graças ao tecido Tencel, pode proteger completamente o seu colchão sem renunciar à transpirabilidade.

Tencel é uma fibra artificial que se elabora a partir da polpa de madeira de árvores como o eucalipto, pelo que é muito sustentável. Além disso é um material reutilizável, pelo que o impacto do mesmo no meio ambiente é mínimo. A vantagem do uso do tecido Tencel nos protetores de colchões é que torna-os capazes de combinar transpirabilidade e impermeabilidade. A capa protetora de Tencel consegue proteger totalmente o colchão ante qualquer tipo de liquido ou fluido corporal, como o suor. O tecido Tencel tem ainda um tato especialmente suave e resulta um 30% mais resistente que o algodão. Frente ao algodão também apresenta outro benefício, sendo que não se arroga nem encolhe e pode-se lavar na máquina de lavar roupa sem problemas.

Se tem qualquer dúvida sobre que protetor de colchão se adapta melhor às suas necessidades, não duvide em contactar com a nossa equipa de assessores expertos.