Vantagens de comprar um colchão de gama superior

Um descanso adequado é vital para poder levar uma vida saudável. Dentro de todos os fatores que influenciam o descanso, o colchão é sem dúvida um dos mais relevantes. Qualquer um que tenha dormido num colchão em mau estado terá sido capaz de certificar o quão difícil é adormecer. Mas os problemas não terminam quando alguém adormece. Uma noite num colchão de má qualidade significará um dia de dores, que se juntará à fadiga acumulada. Se os problemas para dormir adequadamente se prolongam, a longo prazo podem ter consequências muito graves para saúde.


Se procura comprar um novo colchão, provavelmente se encontra entre investir mais dinheiro num produto de categoria ou optar por uma alternativa mais barata. Em qualquer caso, tenho a certeza de que ambos prometem um descanso perfeito. Hoje em dia é possível encontrar colchões com preços abaixo de 100€ para uma medida individual, que ao mesmo tempo compartilham uma montra com modelos de 500€ e 600€ para esta mesma medida. Para tornar a escolha ainda mais complicada, todos esses modelos são geralmente catalogados sob o mesmo rótulo, tais como: "Colchões viscoelásticos".


Neste ponto, os compradores enfrentam o dilema de comprar um colchão mais barato, arriscando a qualidade do seu descanso ou escolher uma categoria mais alta, com a possibilidade de pagar uma importante diferença de dinheiro para acabar por obter o mesmo resultado. De Maxcolchon, trazemos uma série de orientações e dicas para ajudá-lo na escolha do seu futuro colchão.

O preço é relevante, mas quanto?

Sob nenhuma circunstância um colchão de 200€ poderá oferecer os mesmos benefícios que um colchão de 700€. Os colchões podem ser feitos com materiais muito diferentes, que também são combinados entre si. Todos esses materiais e processos de elaboração que precisam e exigem, criam uma série de custos que só podem ser abaixados reduzindo as qualidades, o que obviamente também afetará os benefícios. Para avaliar se existe uma diferença real entre dois colchões, e, portanto, para determinar se vale a pena pagar uma diferença de preço, basta comparar a composição interna. Não se concentre apenas em quais materiais inclui o colchão que deseja. Você deve ter em consideração e saber a quantidade de material que eles incorporam e, mais importante, com que densidade.

Colchões de molas

Hoje, as carcaças de molas tendem a ser quase sempre molas ensacadas. Este tipo de núcleos oferece um desempenho muito melhor do que os colchões de molas tradicionais. Da mesma forma, o preço é maior. Ao comparar dois colchões com molas ensacadas, é importante que tenha em consideração o número de molas que incorporam. Os colchões que têm mais molas no mesmo espaço oferecem melhor ergonomia e independência de zonas da cama. Para usar mais molas no mesmo espaço, o uso é feito de molas mais finas ou colocado na forma de um painel de abelhas. Além de comparar o núcleo, também é importante que você distinga qual usa materiais de maior qualidade no preenchimento. Existe uma grande variedade de materiais que podem ser usados ​​nas camadas superiores do colchão. Normalmente, a qualidade mais alta e os preços mais altos devem-se aos materiais naturais, como lã, algodão, seda ou látex natural. No caso de materiais artificiais como viscoelástico ou espuma, tenha em conta as indicações que fazemos abaixo sobre esses materiais.

Viscoelástico e espuma

Se deseja adquirir um colchão viscoelástico, consulte e compare quantos centímetros de espessura a camada viscoelástica tem e qual é a sua densidade. Quanto maior a densidade, maior a adaptabilidade que pode proporcionar e mais longa é a sua vida útil. Para blocos de espuma, também deve ter em conta a espessura e densidade. Espumas, como HR, são freqeentemente usadas em núcleos de colchão, que são as peças que devem fornecer firmeza e resistência ao colchão. O uso de espumas mais finas e menos densas fará com que os colchões se deformem mais rapidamente, afetando diretamente a durabilidade do colchão.

Colchões de látex

O látex é um material de origem natural que é extraído da seiva de uma árvore. Para formar blocos de látex que podem ser usados ​​em colchões, é necessário o uso de diferentes produtos artificiais. Todos os blocos naturais que incorporam pelo menos 85% de látex natural são considerados látex natural. Para reduzir a produção de látex, proliferaram materiais sintéticos feitos de derivados do petróleo. Ao escolher o seu colchão e ao comparar os preços, tenha em mente que o látex natural terá sempre um preço mais alto mas também oferecerá benefícios superiores.

Tratamentos extras

Todos os colchões de uma gama maior geralmente incluem uma série de tratamentos ou características extras que os diferenciam do resto. As camadas de viscoelásticas podem ser perfiladas, isto é, distinguem as diferentes áreas do corpo oferecendo o grau de suporte e adaptabilidade específica para cada uma delas. As capas ou acolchoados também podem ter tratamentos específicos destinados a melhorar diferentes características, como respirabilidade ou frescura do colchão. Todo esse tipo de tratamentos também aumentará os benefícios e os custos do colchão.

Durabilidade

A durabilidade do colchão é outro aspecto que deve ter em conta. Os colchões mais baratos não estão preparados para suportar um peso adulto todos os dias por mais de dois anos. Em contraste, os colchões médios ou de alta qualidade são projetados para ser usados ​​diariamente e manter todos os seus benefícios por pelo menos 10 anos. Portanto, a médio ou longo prazo, a compra de um colchão económico pode acabar por ser mais cara, pois você será forçado a renová-lo em pouco tempo.


Decisão final

Ao comprar um colchão, é importante ter em mente que está a fazer um investimento num produto que usará para um terço do seu dia-a-dia e que também terá uma grande influência na sua saúde e bem-estar. Um colchão de 700€ que é usado diariamente por 10 anos acaba por ter um custo diário inferior a 0,20€. Com o uso e manutenção adequados, a vida útil de um colchão de alta qualidade pode ser prolongada até mais de 10 anos. Compare modelos, tanto do mesmo fabricante quanto de diferentes fabricantes e descubra a qualidade dos seus materiais. Não confie naqueles que não oferecem informações transparentes sobre o conteúdo do seu colchão ou que apresentam modelos muito similares a preços muito diferentes. Depois de localizar um fabricante que transpareça confiança, simplesmente deve decidir quanto você deseja investir na qualidade do seu descanso. Existem colchões com características e sensações muito diferentes, deixe-se assessorar sobre o que melhor se adequa aos seus gostos e necessidades, mas lembre-se de que um colchão de alcance económico nunca poderá oferecer os mesmos benefícios que os que incorporam materiais de primeira qualidade.