Quando renovar a base forrada ou estrado?

É muito comum perguntar-se quando deve de mudar de colchão, mas nas camas há uma segunda parte que pode resultar igualmente determinante para garantir o descanso: o suporte.

As bases forradas e os estrados multilâminas são o tipo de suporte mais habitual para as camas. Pela aparência e materiais, habitualmente com estruturas metálicas, há a tendência de considerar como produtos muito resistentes que não necessitam de nenhum tipo de cuidado. Não obstante, igualmente que com os colchões, a durabilidade de estrados e bases depende também em grande medida do tratamento que lhes der. Em seguida compartilhamos os pontos chave que deve ter em conta para evitar que o seu colchão acabe por cair ao chão.

  • Revise as lâminas. Os estrados compôem-se de uma estrutura metálica ligada de parte a parte com as lâminas. Estas tábuas de madeira têm a função de dar suporte ao colchão ao mesmo tempo que o permite respirar, graças ao espaço que separa cada uma das lâminas. Se nota que o seu colchão se afunda, talvêz o problema não se encontre no próprio colchão, se não nas lâminas. Revise que todas estejam devidamente alinhadas e se encontra alguma que esteja dobrada ou em más condições, mude-a antes que o seu colchão termine por se deformar.
  • Comprove a sua base. As bases forradas são um excelente suporte para os colchões, sendo que oferecem apoio de maneira uniforme em toda a superfície. Por isso, é importante revisar que a tábua ou base não tem afundamentos ou dobras, sendo que estas acabariam por deformar o colchão.
  • Os ruidos não são normais. Se há algum tempo ouve que a sua cama provoca ruidos, não tem porquê continuar a aguentá-lo. Ruidos ou ranjeres pelo estilo não devem ser normais nas bases ou estrados e são um indicador claro de que chegou o momento de serem trocadas. Habitualmente, este tipo de ruidos originam-se pelo desgaste das madeiras ou por parafusos que não estejam ajustados. Revise periodicamente a sua cama, assegure-se de que os pés da mesma estão devidamente apertados e que nenhum elemento se tenha torcido ou partido.

Muitas pessoas cometem o erro de mudar de colchão a cada tantos anos e pensar que o estrado ou a base lhes vai durar toda a vida. Contar com um suporte em más condições fará que o seu colchão, por mais novo que seja, se deforme e não possa proporcionar todos os seus atributos.