Como dormem as girafas?

Ago 1, 2023 | ANIMAIS, CURIOSIDADES

Existem espécies de seres vivos cuja beleza está tão determinada pelo esbelto e estilizado, que acabam por ser quase hipnóticas de observar. Se ao impacto visual também lhe juntarmos algumas lendas urbanas, encontramos que existem animais que deveriam ter protagonizado já o seu próprio filme Disney de animação. Um filme sobre como dormem as girafas, para lá de entreter, iria eliminar para sempre o falso mito de que são os únicos mamíferos que não o necessitam.

Portanto, é verdade que dormem de pé? E que não se cansam? Apenas necessitam de uns poucos minutos ao dia? Têm a capacidade de se deitarem em postura horizontal?

Quantas horas dorme uma girafa?

Sem contar com o comprimento do seu pescoço, que o converte no animal mais alto do planeta, e no curioso da língua de cor roxa que mostram nessas caras engraçadas, imaginar a uma girafa a dormir, e saber quantas horas dorme uma girafa, é o que mais nos interessa desta espécie.

Ainda que a crença popular identificava as girafas como os únicos mamíferos que não requerem do são costume de dormir, a realidade é outra bem distinta. Apesar da sua altura, como bom animal herbívoro, a girafa encontra-se numa escala baixa dentro do ciclo predador-presa.

Já só por este motivo é um ser vivo que não se pode permitir descansar de maneira plácida no meio dos pastos, bosques e planícies abertas de África. É possível que a ideia que tínhamos de que não dormem se devesse à dificuldade que encontramos na hora de as ver a dormir. Estes animais apenas dormem entre 4 a 5 horas diárias, e nunca o fazem de maneira seguida, mas antes através de pequenas sestas.

O seu desenvolvido instinto de sobrevivência nem lhes permite mais descanso, nem uma postura mais cómoda aos olhos de um ser humano. Portanto, à pergunta de quanto dormem as girafas, do total de horas que dormem cada dia, o período mais longo nunca costuma superar as duas horas. Estes sonos algo mais extensos costumam suceder durante a noite, deixando essas famosas micro sestas para o resto da jornada diurna. Em qualquer caso, estas fases estão motivadas pela necessidade de analisar o horizonte, de modo a que se possam proteger de possíveis predadores.

Em que posição dormem as girafas?

Como sucede sempre quando falamos de todas as espécies animais, estes mecanismos de proteção que desenvolveram durante a sua evolução são os que determinam o seu dia-a-dia. E, no caso das girafas, isto não só afeta aos já comentados ciclos do sono, já que também afeta a posição que adotam para dormir.

Ao contrário do falso mito de não dormir, é, sim, verdade que as girafas têm a capacidade de o fazer de pé. Uma postura pouco habitual dentro da espécie animal, e que tem a sua razão de ser no próprio físico das girafas.

O seu grande tamanho, assim como o comprimento do seu pescoço, dificultariam uma escapada no caso de um ataque rival enquanto estivessem deitadas. Ao permanecerem erguidas, além de lhes facilitar o campo de visão quando despertam, obviamente também as ajuda a poder-se mover rapidamente para escapar.

Quando o sentido da sua existência está totalmente ligado à própria sobrevivência e a não morrerem devoradas, pouco pode importar a comodidade. No entanto, também existem períodos vitais das girafas onde estas se permitem o luxo de dormir como as pessoas, ou como a grande maioria de mamíferos.

Como é lógico, durante as primeiras semanas de vida das crias é quando têm a possibilidade de se deitarem no chão. E fazem isso mesmo, com as pernas dobradas debaixo do corpo, e com a sua própria cabeça apoiada na parte inferior do seu corpo. Mas, à medida que vão crescendo e desenvolvendo-se, limitam esta pose para as pequenas sestas de cinco minutos que fazem ao longo do dia.

Mais curiosidades sobre as girafas

Além de saber quando dormem as girafas, também são animais incríveis por muitas outras razões. Por exemplo, é a espécie animal mais alta do mundo, com uma altura que pode alcançar os 5,8 metros. Mas, sabia que esta grande altura também lhes permite ter uma visão excelente?

As girafas têm olhos grandes e situados na parte superior da cabeça, o que lhes permite ter uma vista panorâmica do seu entorno. Com esta capacidade de visualização tão privilegiada, podem observar os predadores desde longe, e detetar assim qualquer ameaça potencial.

Outra curiosidade sobre as girafas é que as suas patas podem medir até dois metros de comprimento. Estas extremidades não só lhes permitem alcançar as folhas nas copas das árvores, como também são excelentes armas defensivas.

As girafas podem dar patadas poderosas para se defenderem dos predadores ou de outros animais que as ameacem. Além do mais, as girafas também podem correr a velocidades surpreendentes, chegando a alcançar os 60 quilómetros por hora. Isto permite-lhes escapar dos predadores e sobreviver no seu entorno selvagem.

Apesar do seu grande tamanho, as girafas têm um peso relativamente leve, quando comparadas com outros animais do seu tamanho. O peso de uma girafa adulta pode variar entre 750 e 1.600 kg. As fêmeas adultas costumam pesar uma média de 800 kg., enquanto que os machos podem chegar a pesar até 1.400 kg. Este peso leve permite-lhes mover-se com facilidade e rapidez no seu entorno natural.

As girafas também são animais sociais, e que vivem em grupos chamados manadas. Estes grupos podem estar formados por até 20 indivíduos, ainda que o mais comum é que sejam mais pequenos.

As girafas comunicam-se entre si mediante sons e posturas corporais. Além disso, as girafas têm uma língua muito comprida, que lhes permite alcançar as folhas das árvores sem terem que subir a essas mesmas árvores. De fato, a língua de uma girafa adulta pode chegar a medir até 45 centímetros. Esta habilidade permite-lhes obter alimento de maneira eficiente, e aproveitar ao máximo o seu entorno.

Apesar do seu grande tamanho e força, as girafas são animais pacíficos, e que raramente demonstram agressividade em relação aos seres humanos. Em geral, as girafas são animais muito tranquilos, que passam grande parte do seu tempo na procura de alimento e a socializar com outros membros da sua espécie. No entanto, isto não significa que sejam completamente inofensivas. No caso de se sentirem ameaçadas, as girafas podem usar o seu grande tamanho e força para se defenderem.