Descubra porque nos cobrimos à noite, mesmo quando está calor

Fev 27, 2020 | INFORMAMOS-TE |

Há muitas pessoas que precisam de se cobrir para poderem dormir a qualquer temperatura. Este hábito adquirido tem uma explicação científica muito sólida. E você, é também um dos que não se separam do lençol mesmo em agosto?

Embora possa parecer uma simples mania de dormir, é muito mais do que isso. Muitas pessoas não conseguem adormecer sem algo para cobrir o corpo, não só nos meses mais frios, mas também no calor do dia.

Isto é porque não temos todos a mesma temperatura corporal. Além disso, quando adormecemos, a nossa temperatura desce uns décimos de grau. Este fenómeno faz-nos sentir mais frescos na primeira fase do sono, segundo Francisco Javier Puertas (membro do conselho de administração da Sociedade Espanhola do Sono). Isto significa que, mesmo estando quente, quando ocorre esta ligeira diminuição da nossa temperatura corporal, sentimos a necessidade e a autorreflexão de nos cobrirmos como um mecanismo para ajustar a temperatura de modo a que esta não continue a baixar.

 

Porque é que alguns de nós precisam de se tapar e outros não?

 

Os seres humanos são geralmente encontrados a uma temperatura corporal entre 36,3° e 37,1°. Esta faixa serve para detetar e identificar se o corpo tem alguma anormalidade ou possíveis doenças. Além disso, o nosso corpo tem a capacidade de regular a sua temperatura, dependendo do ambiente ao qual está exposto. Este mecanismo de autorregulação da temperatura serve para manter o nosso corpo a um nível estável e saudável.

Como já explicamos, a necessidade de se cobrir não se reduz apenas à temperatura ambiente, mas à temperatura corporal de cada pessoa. Por exemplo, podemos estar a dormir no mesmo quarto com outra pessoa exposta à mesma temperatura e só um sente a necessidade de se cobrir e o outro não.

Contudo, embora a nossa temperatura interna dependa de muitos fatores, um deles é crucial: o nosso metabolismo. Um exemplo disso é que pessoas com excesso de peso podem ter dificuldade em regular a temperatura corporal, de acordo com o Dr. Puertas.

Por outro lado, embora a temperatura corporal seja o principal fator que nos leva a encobrir mesmo no Verão, outro fator que nos pode levar a fazê-lo é o suposto hábito adquirido desde que somos bebés. Desde pequenos que crescemos com o hábito de estar cobertos antes de dormir, por isso é algo a que estamos habituados e que internalizamos como hábito de sono.

E a temperatura enquanto estamos a dormir?

Outro caso muito comum é que você não precisa se tapar quando vai para a cama, mas no meio do sono você encontra-se embrulhado no lençol. Isto porque, na segunda metade do período de sono (se normalmente dormimos oito horas, a partir das últimas quatro), o nosso corpo tem dificuldade em regular a temperatura.

Os mecanismos corporais encarregados da termorregulação quando dormimos são mais instáveis em comparação com quando estamos acordados. É por isso que durante o sono profundo o corpo pode estar uns décimos mais frio do que o normal. Estas mudanças na temperatura enquanto dormimos encontram a queda de temperatura mais importante quando estamos na fase de sono não-REM.

Além disso, durante a fase de sono REM, a nossa temperatura corporal ajusta-se à temperatura ambiente a que o corpo está exposto. Assim, quando estamos em lugares onde o clima é mais extremo, temos mais probabilidade de acordar durante o sono. No final, o que o nosso corpo tenta fazer é agir como um mecanismo de defesa para sobreviver em ambientes diferentes. E você, é daqueles que se encobrem à noite, mesmo que faça muito calor?