Como girar ou dar a volta ao colchão corretamente

Set 22, 2021 | PRODUTOS, QUARTO DE DORMIR | 0 comments

Chega um momento no qual notamos que o colchão já não é tão cómodo como costumava ser. A solução pode estar num gesto simples: dar-lhe a volta. Mas, qual é a frequência ideal para girar ou dar a volta ao colchão, e garantir assim um descanso ótimo? Como girar ou dar a volta ao colchão? E é que, para começar, devemos explicar que estes dois processos não significam o mesmo.

Como girar um colchão em 4 passos

Girar um colchão implica dar-lhe a volta, o que lhe permite dormir do outro lado do colchão e, desta maneira, prolongar as suas qualidades e características de fábrica.

Passo 1: Preparação para girar

A única preparação de que necessita é recordar o mero feito de que tem de girar o colchão. Auxilie-se de algum alarme no telemóvel ou marque essa data no calendário. E, no caso de que estejamos a falar de uma cama grande, assegure-se de ter ajuda nesse dia.

Passo 2: Pronto para girar

Necessita de espaço para poder girar de forma completa um colchão. No caso de modelos de dimensões mais generosas (a partir de 120 centímetros), o ideal é que organize o quarto antes de o fazer.

Isto significa que, além de remover a roupa de cama e a almofada, também deveria retirar os objetos frágeis (muita atenção aos candeeiros nas mesinhas de cabeceira). O objetivo é criar espaço, para que possa evitar acidentes desnecessários.

Passo 3: Execução do giro

Para fazer isto, há que girar o colchão 90 graus e apoiar o colchão sobre um extremo. Depois, levanta-se o colchão sobre a sua borda e baixa-se, para que o outro lado fique virado para cima. O último passo, sobre o qual agora nos debruçaremos, implica girar o colchão 90 graus mais.

Portanto, depois de virar o colchão desta maneira, também irá completar uma rotação. O reverso agora está virado para cima, e o que costumava ser os pés do colchão está agora na cabeça. Em teoria, poderia fazer a volta sem a rotação, mas na prática é sempre melhor virar e rodar, para que o colchão seja utilizado de forma mais uniforme.

Passo 4: Giro realizado, ordenação e limpeza

Após completar o giro completo do colchão, assegure-se de que esteja centrado em relação à cama. Aproveite este momento para realizar a manutenção e a limpeza do próprio colchão (com um pequeno aspirador pode retirar o pó), limpar a cabeceira, o suporte, e colocar lençóis limpos.

Como dar a volta ao colchão em 4 passos

Primeiro, vamos esclarecer o que significa dar a volta ao colchão. A rotação é quando o colchão se gira em 180 graus. Ou seja, o que costumava ser a cabeça do colchão, agora é o pé.

Portanto, lembre-se sempre que dar a volta não implica girar o colchão. Aqui, o objetivo é continuar a dormir na mesma face do colchão onde dormia antes de lhe dar a volta.

Passo 1: Preparação para dar a volta

Dar a volta a um colchão é muito mais simples do que girar o colchão de forma completa. De todas as formas, salvo se for um colchão de 90 centímetros, desde a Maxcolchon recomendamos que o faça com a ajuda de outra pessoa.

Passo 2: Pronto para dar a volta

Após retirar a roupa de cama, assegure-se de retirar das mesinhas qualquer objeto que possa ser atingido durante o processo. O importante é gerar o suficiente espaço livre.

Passo 3: Execução da volta

Apenas tem que mover o colchão 180 graus, desde a cabeceira da cama até aos pés. Vire o colchão 180 graus, assegurando-se de que a cabeça da cama agora está nos pés. Para facilitar o processo, pode coordenar o movimento para dar a volta ao colchão seguindo o sentido dos ponteiros do relógio.

Passo 4: Volta realizada, ordenação e limpeza

Uma vez completado o processo, já apenas lhe falta vestir a cama com lençóis limpos.

Por que é que preciso de dar a volta ou girar o colchão?

Se é daquelas pessoas que têm tendência a dormir sempre no mesmo lugar da cama, é possível que não esteja a aproveitar ao máximo as características do seu colchão. Com o tempo, esta rotina pode gerar um desgaste desigual, afetando o suporte e a comodidade que o seu colchão deveria proporcionar.

A prática de girar e dar a volta ao seu colchão regularmente não é apenas um conselho de manutenção; é uma estratégia inteligente para assegurar que cada parte do seu colchão partilhe de forma equitativa a carga. Este simples hábito pode marcar a diferença na vida útil e na comodidade do seu colchão.

Um dos principais benefícios desta rotação regular é a prolongação do suporte. Ao distribuir uniformemente o desgaste, o seu colchão pode garantir um suporte constante por mais tempo. Evitará áreas específicas, e que se poderiam tornar incómodas com o tempo, garantindo noites de sono reparador.

Além do mais, a rotação também contribui para uma distribuição uniforme dos materiais que formam o próprio colchão. Deve ter em consideração que cada área está desenhada com materiais específicos, de modo a cumprir uma função particular. Ao girar e dar a volta, permite que todos estes componentes trabalhem de maneira efetiva, assegurando um rendimento ótimo ao longo do tempo.

E, além da comodidade, se conhece a frequência com a qual deve girar ou dar a volta ao colchão, reduzirá o deterioro nas zonas mais utilizadas na hora de dormir. Por isso é importante manter um padrão regular de rotação. Desta maneira, poderemos manter os seus níveis de firmeza originais.

O que acontece se não giro ou dou a volta ao colchão?

Não girar ou dar a volta ao seu colchão regularmente pode causar desgaste desigual. Dormir sempre na mesma posição exerce pressão constante em certas áreas, levando a deformidades e a perda de firmeza. Este desgaste afeta a distribuição dos materiais do colchão, comprometendo a sua capacidade de proporcionar um suporte adequado.

O que é melhor: dar a volta ou girar o colchão

Dar a volta ao colchão (com uma rotação) é sempre melhor do que simplesmente girar o colchão. Isto deve-se a que, quando apenas gira o colchão, unicamente está a dormir numa das suas superfícies. Quando dá a volta ao colchão, está a utilizar o outro lado. Isto aumenta ainda mais a vida útil do colchão.

O nosso peso fica distribuído de igual forma ao longo do tempo em ambas as extremidades do colchão. Mas, cada quanto tempo deve dar a volta ao colchão? Com um par de vezes ao ano pode ser suficiente. No entanto, nem todos os colchões são adequados para serem girados.

A que colchões se lhes pode dar a volta

Para poder dar a volta à face do colchão e utilizar a contrária, é necessário que a composição interna deste seja simétrica, quer na parte dos pés, como na da cabeça.

Então, que colchões são os que podemos dar-lhes a volta, e quais não? Praticamente a qualquer modelo se lhe pode dar a volta dos pés à cabeça. A única exceção são os colchões que distinguem na sua composição interna as distintas partes do corpo.

Cada quanto tempo há que dar a volta ao colchão

Manter uma frequência regular de dar a volta ao colchão a cada três meses é uma prática que lhe recomendamos desde a Maxcolchon. É que assim poderá otimizar o seu rendimento ao longo do tempo.

Esta rotina de rotação garante uma distribuição uniforme do desgaste, evitando que áreas específicas do colchão sofram mais do que outras. Ao seguir este intervalo, não só irá prolongar a vida útil do seu colchão, como também poderá contribuir para a manutenção de um nível constante de comodidade e de suporte.

Tenho que dar a volta ao colchão se é apenas para convidados?

Ainda que estejamos a falar de um colchão que apenas usam convidados, ou os próprios habitantes da casa de forma esporádica, há que dar-lhe a volta a cada certo tempo.

Como dissemos, ainda que o colchão não esteja a ser utilizado diariamente, esta ação assegura que a superfície do mesmo se desgasta de maneira equitativa. Assim, quando os seus convidados o utilizem, vai-lhes proporcionar o suporte adequado e uma experiência de sono confortável.

O que acontece se uma pessoa pesa muito mais do que a outra

Em situações onde existe uma disparidade considerável no peso das pessoas que partilham a cama, a importância de girar e dar a volta ao colchão torna-se ainda mais relevante.

Este hábito é uma ação necessária na hora de evitar o desgaste desigual, já que distribui de forma uniforme a carga ao longo de todas as áreas do colchão. Desta maneira, pode-se prevenir que certas zonas sofram deformidades e perda de firmeza.

Cada quanto tempo devo girar ou dar a volta ao colchão se durmo só

Ainda que durma só, a prática de girar ou dar a volta ao seu colchão a cada três meses continua a ser fundamental. Este período regular de rotação assegura que o desgaste seja uniforme, evitando a formação de áreas específicas desgastadas. Ao seguir esta rotina, mantém a qualidade do colchão ao longo do tempo, garantindo um suporte constante, além de prolongar a sua vida útil.

Pode-se dar a volta a um colchão viscoelástico?

Se o seu colchão viscoelástico é dos que possui duas faces úteis, como os que poderá encontrar no catálogo da Maxcolchon, é recomendável dar a volta ao colchão, de modo a assegurar um desgaste equitativo. No caso contrário, a melhor prática é girar o colchão dos pés para a cabeça e vice-versa.