Como dormir com osteoartrite cervical

Out 27, 2022 | POSTURAS DE SONO, SAÚDE | 0 comments

Tem um problema de osteoartrite cervical, e que faz com que lhe seja mais complicado dormir pela noite? É algo habitual que a dor nas articulações nos impeça de descansar como é devido, e que, quando estamos cansados, a dor possa até piorar. 

No entanto, não há por que aguentar as noites intermináveis sem descanso. Consulte os seguintes conselhos para saber como dormir com osteoartrite cervical, e sem que as moléstias tomem conta do seu descanso.

Como dormir com osteoartrite cervical

Existem algumas medidas que pode levar a cabo para que possa dormir melhor com osteoartrite cervical. Estas são algumas delas, dê uma olhada:

Mantenha a sua coluna vertebral alinhada

A osteoartrite cervical pode afetar as articulações das costas e do pescoço. A posição incorreta para dormir pode fazer com que notemos essas áreas mais incómodas. 

É por isso que se recomenda dormir com a cabeça, o pescoço e a coluna vertebral em linha reta. Não é conveniente manter a cabeça muito inclinada para um lado, nem demasiado para a frente ou para trás na almofada

Além do mais, algo muito importante para evitar mais moléstias, caso padeça de osteoartrite cervical, é que não durma de barriga para baixo. Esta postura faz com que as nossas cervicais se encontrem numa posição incómoda e pouco prática, tendo que girar o pescoço para respirar.

(h3). Tente aliviar a dor antes de dormir

Tal como indica a Arthritis Foundation, é habitual que se mantenha acordado, e a dor é um dos fatores principais para isso. De fato, os investigadores acreditam que a dor e as insónias se alimentam mutuamente, e parece que os problemas para dormir, seja qual for a sua causa, podem piorar a sensação de dor. 

Se a dor o costuma manter desperto, pode tentar aliviar as dores com as recomendações que lhe tenha dado o médico: é possível que lhe tenha recomendado algum medicamento que pode ser de ajuda, ou então que necessite tratar alguma condição que também seja um fator que dificulte o seu descanso, como a apneia do sono, por exemplo.

Manter a atividade durante o dia, para que possa dormir bem pela noite

O exercício de forma regular pode ajudar a lubrificar as articulações. Além do mais, também alivia a dor e a rigidez, além de nos oferecer mais energia para continuar com o dia.

Fazer pelo menos 30 minutos de exercício moderado na maioria dos dias da semana pode ser uma grande ajuda para descansar melhor. Exemplos disso são uma caminhada rápida, ou uma aula de aeróbica aquática. 

Pode começar pouco a pouco, com o exercício de que mais gosta. O yoga, por exemplo, pode ser um bom exercício para as pessoas com osteoartrite cervical. Pode ser feito incluso sentado numa cadeira, sem ter que fazer grandes esforços.

 Desenvolver bons hábitos de sono

Existem algumas mudanças que pode fazer na sua rotina, e que podem ser uma grande ajuda para conseguir dormir com osteoartrite cervical:

  • Estabeleça uma rotina de sono, para que o seu corpo saiba que é hora de dormir.
  • Evite o café e os refrescos com cafeína, assim como o álcool e o tabaco, sobretudo durante as horas prévias a ir dormir.
  • Faça um jantar leve, evitando fazer refeições abundantes pelas noites.
  • Deixe de utilizar o telemóvel, o computador e/ou o tablet aproximadamente uma hora antes de se deitar.
Osteoartrite cervical

O que dizer da almofada?

 Um dos fatores fundamentais para dormir bem com osteoartrite cervical é a almofada que utilizamos. Esta almofada deve ser o suficientemente firme para manter a cabeça num bom ângulo, mas o suficientemente suave para aliviar os pontos de pressão. Que material escolher vai depender de cada um, e dos seus gostos pessoais:

Penas

As almofadas de penas de boa qualidade são suaves e oferecem um grande conforto. No entanto, há que ter em conta que este tipo de almofadas têm a tendência a perder a sua altura à medida que as penas se comprimem com o tempo. Por isso é conveniente adquirir um recheio de substituição, caso se escolha este tipo de almofada. 

Viscoelástica 

A espuma viscoelástica molda-se em resposta ao calor e à pressão, adquirindo a forma da nossa cabeça e do nosso pescoço. Além disso, estes tipos de almofadas podem ser hipoalergénicos, e costumam ser económicas e estarem disponíveis em vários modelos. 

Látex

O látex oferece uma sensação de flutuar, ao mesmo tempo que minimiza os pontos de pressão. Estes tipos de almofadas costumam ser suaves e leves, além de manterem a respirabilidade em todos os momentos.

Também podemos encontrar almofadas fabricadas com poliespuma, que são similares à viscoelástica, mas cuja qualidade não é a mesma. Estas devem ser substituídas com uma maior frequência do que outros tipos de almofadas, devido a que sofrem um maior desgaste.

Seja qual for a almofada que se adquira, é bastante recomendável incluir nela uma fronha protetora, que possa prolongar o máximo possível a sua vida útil. Se padece de problemas de pescoço, como pode ser a osteoartrite cervical, agora já sabe como descansar mais comodamente. Esperamos que também possa contar com a ajuda de uma boa almofada!